Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Asas De Fogo

Pequenas poças de tinta na paleta deixadas

De cores estranhas de diferente brilhar

Aguardam serenas frescas separadas

Que o sábio pincel as venha buscar

Na branca tela em traços realçadas

A mão engenhosa do mestre as irá colocar

Enfeitiçantes estas cores irão fazer

Uma imagem encantada na tela aparecer

 

Mergulha na tinta o pincel tonto de loucura

Surgem as figuras no centro da tela

O feitiço da tinta dá vida à pintura

Nos traços graciosos que o mestre pincela

Uma fina e transparente nuvem de água pura

Um pássaro de fuligem do pincel cai

De asas abertas inesperado livre vai

 

Voa pássaro negro luzente deliciado

Na fina nuvem branca em levitação

Asas de fogo rasgam em voo picado

As partículas de água em suspensão

Rodopia veloz o seu corpo delicado

Traça no espaço um rasto de clarão

Em anel de fogo que contorna a imagem

Pintada na tela a vertiginosa viagem

 

 

 

Editado por Barão Van Blogh .

 


Obrigado por visitarem este humilde albergue ...

Sobre mim

Frescos

Asas De Fogo

No sotão

Março 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Pesquisar neste blog

 

tags

todas as tags

Ilustres convidados

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

Subscrever feeds