Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Quero(-Te)

Montanhas vales e oceanos percorri

Já não suporto a angustia deste viver

Regresso de longe para te ter

Não posso continuar mais sem ti

 

Consome-me de dor a solidão

Mata-me a crueldade da distância

A tristeza ecoa no meu coração

Castigado severamente por esta ânsia

 

É aqui contigo que quero estar

Porque te amo mais que à vida

Minha alma enferma consumida

Insistente clama pelo teu beijar

 

Quero-me aquecer no teu calor

No acordar pela manhã ser o primeiro

Saborear o doce gosto do teu sabor

Perfumar-me com o odor do teu cheiro

 

Quero-te meu amor perdidamente

Desejo teu corpo sensual aveludado

Sentir-me na tua pele colado

Loucos amarmo-nos intensamente

 

Em volúpia de paixão e prazer

Voar inconstante como as andorinhas

Quero em ti sentir-me a morrer

No teu ventre germinar sementes minhas .

 

 

 

Editado por Barão Van Blogh .

 


Obrigado por visitarem este humilde albergue ...

Sobre mim

Frescos

Quero(-Te)

No sotão

Março 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Pesquisar neste blog

 

tags

todas as tags

Ilustres convidados

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

Subscrever feeds