Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Asas De Fogo

Pequenas poças de tinta na paleta deixadas

De cores estranhas de diferente brilhar

Aguardam serenas frescas separadas

Que o sábio pincel as venha buscar

Na branca tela em traços realçadas

A mão engenhosa do mestre as irá colocar

Enfeitiçantes estas cores irão fazer

Uma imagem encantada na tela aparecer

 

Mergulha na tinta o pincel tonto de loucura

Surgem as figuras no centro da tela

O feitiço da tinta dá vida à pintura

Nos traços graciosos que o mestre pincela

Uma fina e transparente nuvem de água pura

Um pássaro de fuligem do pincel cai

De asas abertas inesperado livre vai

 

Voa pássaro negro luzente deliciado

Na fina nuvem branca em levitação

Asas de fogo rasgam em voo picado

As partículas de água em suspensão

Rodopia veloz o seu corpo delicado

Traça no espaço um rasto de clarão

Em anel de fogo que contorna a imagem

Pintada na tela a vertiginosa viagem

 

 

 

Editado por Barão Van Blogh .

 


Publicado por @s às 00:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
75 comentários:
De Alien a 17 de Setembro de 2007 às 00:22
Gostei das cores com que pintaste este texto. Parabéns Barão.
Saudações alienígenas


De Oscar Luiz a 17 de Setembro de 2007 às 02:07
Finalmente, Senhor Barão, nos brinda com mais uma pontinha do seu talento.
Belíssimo.
Parabéns e obrigado!
Um abraço!


De Jeniffer a 17 de Setembro de 2007 às 03:48
adorei a visita!
muito bom o poema!
beijos!


De Poliedro a 17 de Setembro de 2007 às 07:39
Caríssimo Amigo:
Revela uma forma de sentir admirável.
Expressa palavras com delícia, integrando majistralmente o poder criativo delas em contextos sóbrios e sérios.
Gostei muito do que li. Tem profundidade harmoniosa e bonita sobre "coisas" do dia-a-dia concretizadas em belos poemas.
Muito bem...
Abraço amigo
pena


De Paula Raposo a 17 de Setembro de 2007 às 10:01
Excelente este asas de fogo!!! Beijos.


De Jasmim a 17 de Setembro de 2007 às 10:30
Muito bonito...

Sentimento, sensibilidade, leveza, serenidade...

Assim sinto as suas palavras!

Beijo doce em si
*


De Bel a 17 de Setembro de 2007 às 11:15
Bom dia! :)

Muito obrigada pela tua visita ao meu cantinho, mesmo, aliás é um privilégio ter a visita de um "Barão" num espaço que de interessante tem muito pouco. Gostei muito do poema que deixaste, Obrigada!

Como diz a outra "aqui há talento", o teu blog foi uma agradável surpresa, os teus poemas são muito bonitos!! Prometo voltar! :)

Um exelente inicio de semana para ti! :)


De sofialisboa a 17 de Setembro de 2007 às 12:01
vim retribuir a visita, só tenho pena que não sejas do mesmo clube blogspot mas nem tudo é como queremos :) gostei muito das tuas palavras embora densas, são ricas as pinturas que fazes. volto sim e já agora obrigada pelas tuas palavras sofialisboa


De JGuerra a 17 de Setembro de 2007 às 12:08
Meu caro, venho retribuir a visita e deparo com um poema que me enche as medias, a alma.
Um abraço e votos de boa semana.


De paposseka a 17 de Setembro de 2007 às 12:32
barão de von quê?

Vê lá se mudas o fundo que a baronesa não consegue ler-te

Phode ser q se aproveite alguma coisa.
Beijinhos ao primo


Comentar post

Obrigado por visitarem este humilde albergue ...

Sobre mim

Frescos

Magia ou Fantasia

O Velho Do Realejo

Luzente Brilho Dos Amante...

Imagino

Nevoeiro Do Tejo

Piano Em (Des)Concerto

Vem

Quero(-Te)

Asas De Fogo

Mulher Menina

No sotão

Março 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Pesquisar neste blog

 

tags

todas as tags

Ilustres convidados

Estou no Blog.com.pt
SAPO Blogs

Subscrever feeds