Sábado, 13 de Outubro de 2007

Nevoeiro Do Tejo

 

Entra pela barra em mar chão

A deslizar suave o sorrateiro

Envolve silencioso namoradeiro

Num dócil roçar de paixão

 

Arrasta o fresco da maresia

Sente-se o cheiro no ar inalado

Conta-nos histórias em poesia

Deita-se na lezíria cansado

 

Sonha com o seu esplendor

A doce ninfa sua sereia

Que encanta a bater na areia

Vem acordar o seu amor

 

Juntos embarcam na velha falua

Ouve-se o suave navegar

Deixam-nos o feitiço da lua

Que no seu brilho nos vem beijar

 

 

 

Editado por Barão Van Blogh .

 


Publicado por @s às 09:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
25 comentários:
De branca a 15 de Outubro de 2007 às 09:48
O nevoeiro,
senhor de tantos sonhos,
senhor de tantas perguntas,
senhor de tanta curiosidade...

Agora sentir-me envolvida quando estou no nevoeiro!
Houve uma altura em que o temia,
agora sei que me pretege, que nos envolve
e esconde dos outros e assim podemos ser nós próprios sem medos, não?!
Por um bocadinho somos totalmente livres...

Beijinhos e boa semana :)


De Secreta a 15 de Outubro de 2007 às 10:08
O nevoeiro , a lua , os sentires ...
Beijito.


De diva a 15 de Outubro de 2007 às 10:48
Fiquei... enfeiticada no nevoeiro deste agora. Amei...
Bjs meus


De Claudia Perotti a 15 de Outubro de 2007 às 13:22
A doce e grande lua a embalar o feitiço do amor!
Lindo!

Beijinhosssss


De Fina Flor a 15 de Outubro de 2007 às 17:52
quem não trovou o mar?????

voltou, querido?

tentei visitá-lo outras vezes e naaaada....

beijos e boa semana,

MM.

>>> obrigada pelo perfume de aniversário..............


De daniella a 15 de Outubro de 2007 às 22:30
Bem que eu gostava que um nevoeiro desses me encontrasse…

Bj


De Mariliza Silva a 16 de Outubro de 2007 às 16:08
Com poesias ricas como esta e tão bem elaboradas assim, serás promovido a PRÍNCIPE!

Um beijo de seu coração
de sua súdita
Mariliza


De melissa.yedda a 16 de Outubro de 2007 às 22:28
Olá.Linda poesia Barão.Um beijinho!


De Edna a 16 de Outubro de 2007 às 22:50
A Lua sempre a embalar os amores e os poetas.
Beijo


De Fifinha a 17 de Outubro de 2007 às 13:15
Sensibilidade, amor, poesia, estamos bem lançados e no caminho certo, felicidades...


Comentar post

Obrigado por visitarem este humilde albergue ...

Sobre mim

Frescos

Magia ou Fantasia

O Velho Do Realejo

Luzente Brilho Dos Amante...

Imagino

Nevoeiro Do Tejo

Piano Em (Des)Concerto

Vem

Quero(-Te)

Asas De Fogo

Mulher Menina

No sotão

Março 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Pesquisar neste blog

 

tags

todas as tags

Ilustres convidados

Estou no Blog.com.pt
SAPO Blogs

Subscrever feeds